Ambiente 2 – Piscinas Naturais e Lagos Ornamentais

entrada1

Nome Completo: Rogerio Bernardes, Gustaaf Winters e Martina Winters

Profissão: laguista e paisagista, biólogo paisagista

 

Para homenagear os 70 anos da imigração holandesa, a ideia foi recriar um recanto de recursos hídricos inspirado nas doces lembranças da antiga Holambra. Bateu a saudade das represinhas e lagoas da então Fazenda Ribeirão que, entre as décadas de 1960 e início de 1980, foram opções de lazer da cidade. O lago ornamental tem estilo tropical. O paisagismo traz palmeiras, zamioculcas, clusias e filodendros. Entre as flores, celósias vermelhas e amarelas, cíclames brancos e calibrachoas, uma nova variedade, parente das petúnias. Destaque para a piscina natural, ou biopiscina, um lançamento com valor bem acessível ao mercado. Feita de alvenaria, tem borda infinita, permitindo o transbordo da água para as pedras Corumbá e Goiás e para as placas cimentícias que aparecem como três opções de acabamento. Em vez do uso de produtos químicos, a limpeza e filtragem são realizadas por peixes e plantas – lacustres e aquáticas – como salvinia, aguapé, imbé preto, bromélia imperial e alface d’água. Todos os cuidados estéticos e funcionais tornam o lago e a biopiscina um ecossistema fechado e sustentável.

Nesse jardim que integra com plantas e flores o paisagismo aquático e terrestre, foi plantada grama São Carlos como um tapete natural ideal para caminhadas descalças. Nessa cromia vegetal que oferece harmonia, emoção e bem-estar foi instalado um “estar/home office”, cuja parede com geotinta na base – terra e cal – serviu de tela para as ilustrações em homenagem aos imigrantes feitas pelo artista Eduardo Darcie. A holandesa do desenho interage com típica bicicleta com a cesta com tulipas. Madeira de cruzetas foram utilizadas no deck, no pergolado e no mobiliário.

Mostra de paisagismo – Piscinas Naturais e Lagos Ornamentais 2018