35ª Expoflora – Resumo das novidades e atrações 2016

A Expoflora é a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina, realizada anualmente em Holambra (junção das palavras Holanda, América e Brasil) para dar as boas-vindas à primavera. O evento não se caracteriza como feira, pois o seu objetivo não é vender, mas, sim, mostrar ao público as flores e plantas ornamentais cultivadas por mais de 400 produtores que atuam em Holambra.

A antiga colônia holandesa, hoje uma cidade que, apesar de contar com pouco mais de 12 mil habitantes, é o maior centro de cultivo e comercialização de flores e plantas ornamentais do país, e responde por cerca de 50% das vendas do setor. Os produtores aproveitam a exposição para lançar novas variedades de flores e plantas, ditar tendências no paisagismo e decoração e para avaliar a sua aceitação pelo consumidor.

Data: de 26 de agosto a 25 de setembro, de sexta-feira a domingo e nos dias 7 e 8 de setembro (feriado da Independência do Brasil).
Horário: das 9h às 19h.
Público esperado: cerca de 300 mil visitantes.
Área total do parque: 250 mil metros quadrados.
Área da exposição de flores: 750 metros quadrados.

Investimentos

Investimentos em 2016: cerca de R$ 4,3 milhões
Empregos gerados: 1.800 diretos e 5 mil vagas (diretas ou indiretas)
Reflexos na economia da região: entre R$ 22 milhões e R$ 24 milhões nas cidades localizadas num raio de 80 km de Holambra
Patrocinadores (2016): Ypê, Coca-Cola, Crystal, Amstel e Ultragaz.
Apoio: Prefeitura Municipal da Estância Turística de Holambra e Banco do Brasil.

Infraestrutura

  • Área do parque: 250 mil metros quadrados.
  • Alimentação: duas praças com 16 lanchonetes e sete restaurantes (de fast-food até comidas nacionais e típicas holandesas)
  • Duas confeitarias típicas.
  • Estacionamento: capacidade para cinco mil veículos em sistema rotativo.
  • Posto médico.
  • Sanitários.
  • Fraldário.
  • Bebedouros com água fresca.
  • Equipes de apoio.
  • Áreas de descanso com bancos à sombra das árvores.
  • Caixas eletrônicos.
  • Lojas de souvenir.
  • Vendas: três pavilhões de exposição (Shoppings Vermelho, Verde e Azul) onde podem ser encontrados cerca de 250 estandes com, desde artesanatos a produtos industriais e para decoração, além de móveis e utensílios domésticos.

Atrações fixas

1) Exposição de arranjos florais
Nos cenários assinados pelos decoradores e paisagistas holandeses Jan Willem van der Boon e Jessica Drost são utilizados na decoração cerca de 2.000 mil vasos de flores e 300 mil hastes de mais de 3.500 diferentes variedades. A exposição tem por objetivo mostrar as tendências do setor de floricultura e servir de imensa vitrine para apresentar as novidades desse mercado. A Expoflora apresenta as novidades em flores e plantas ornamentais para todo o Brasil. As flores são doadas por cerca de 500 produtores das Cooperativas Veiling de Holambra e Cooperflora.

2) Lançamento de flores e plantas ornamentais
A pá e a enxada no campo foram substituídas pela pinça e bisturi. É assim que os breeders (melhoristas) desenvolvem as novas variedades de flores e plantas, cada vez mais belas, duráveis, produtivas e resistentes às doenças e ao clima. A Expoflora é a vitrine dos produtores para o lançamento das novidades e das tendências do mercado floricultor, seja quanto às espécies, formas e cores. O investimento em tecnologias e em novas variedades de flores e plantas ornamentais ajuda a movimentar o mercado nacional. Mesmo em época de crise, o crescimento previsto para este ano é estimado entre 6% e 8%, em relação a 2015. E faturamento do setor deve atingir R$ 6,4 bilhões, Entre as novidades e lançamentos estão rosas que trazem um botão e de dois a quatro brotos na mesma haste; rosa spray na cor verde clara; petúnias com detalhes em formato de coração; violetas dobradas, crisântemo branco com flores quase duas vezes maiores do que as convencionais; coloridas folhagens; a variedade Swit Pink de kalanchoe de corte (uma aposta para o Outubro Rosa) e pelo menos três orquídeas, entre elas a Frozen.

3) 12ª Mostra de paisagismo e jardinagem
A Mostra de paisagismo da Expoflora apresenta em 2016 tecnologias que permitem plantas com pouca ou nenhuma rega. O tema escolhido para 2016 é Cultivar deCoração e tem como proposta transformar os espaços da Mostra de paisagismo em uma residência completa. O desafio para os profissionais do setor foi o de criar projetos paisagísticos e de decoração que contemplem sugestões simples para o uso de flores e plantas ornamentais adequadas a cada ambiente, deixando a casa mais confortável, alegre e bonita. A Mostra foi dividida em 19 ambientes internos e externos de uma residência: Jardim/Hall/Varanda (Luciano Zanardo – paisagista); Escritorio (Nivaldo Dellagostini – paisagista); Academia (Danila Pedrogan Mendonça – arquiteta e engenheira de materiais), Ateliê (Marisa Trippia -artista plástica), Recanto das criança (Estela Galleti – designer), Oratório (Gabriel Talarico – decorador de eventos); Sala de banho (Karina Araujo Taccola – arquiteta); Loft/Apartamento (Marina Machado e Allan Oliveira – designers de interiores), Casal (Karina Taccola -arquiteta), Jardim de inverno Cilene Alves – paisagista- e Karina Taccola – arquiteta), Living (Dirceu Daieira e Fernanda Souza Leme – arquitetos, urbanistas e paisagistas), Pátio interno (Daniela Vieira – arquiteta urbanista, especialista em iluminação – e equipe Estúdio Oh), Cozinha Fernanda Quelhas (arquiteta), Sala de jantar (J. Mangabeira e Lya Bettini – artistas plásticos – e Alexandre Ayres – designer de festas), Gourmet (Ines Scisci Maciel – arquiteta) e Alexandre Galhego (paisagista), Espaço casual (Mauro Contesini -engenheiro agrônomo e paisagista) e opções de quintal – Piquenique (Fernanda Quelhas, arquiteta) e Quintal holandês (Mauro Contesini – paisagista). A coordenação é da arquiteta Karina Taccola, de Holambra.

Novidades: No final da Mostra de paisagismo, a Expoflora ampliou os jardins interativos com o público. O jardim das rosas, com 15 diferentes variedades nas cores amarela, rosa e vermelha, encantam pela beleza. O púbico pode sentar-se nos bancos para contemplá-las. Na sequencia, dois painéis com imagens do parque keukenhof, na Holanda, considerado o maior jardim do mundo. Os painéis permitem fotos interativas, remetendo os visitantes a uma viagem ao parque holandês, seja sentando em um banco em meio às flores e à sombra das árvores, seja caminhando pelas pedras do lago. Outra novidade, que será demonstrada em dois dos ambientes (Sala de banho e Casal) é o aplicativo MeuJardim, que ajuda as pessoas a cuidarem de seus jardins de forma gratuita e sem complicações. Basta que o usuário crie um ou mais jardins e adicione as espécies plantadas para que o aplicativo o auxilie no cuidado e manuseio de cada uma delas, informando, inclusive a sua adequação a cada ambiente. A ferramenta notifica sobre o momento ideal para adubar as plantas e utilizar os produtos indicados para cada situação.

4) Chuva de Pétalas garante emoção e, para muitos, realização
A atração é uma das quem mais emociona os visitantes. Não é para menos: as pétalas coloridas e perfumadas de aproximadamente 150 quilos de pétalas (que correspondem a 800 dúzias ou 18 mil botões despetalados um a um) são lançadas por um equipamento especial, instalado em uma grande área livre, sobre uma multidão que desfruta de uma chuva suave e multicolorida. Em quase todos os finais de semana e quando as condições meteorológicas permitem, as pétalas também são lançadas sobre todo o parque por um helicóptero. Diz a lenda que quem pega uma pétala ainda no ar, antes que ela toque o chão, tem os seus desejos realizados. Para pegar mais de uma, os visitantes utilizam sacolas, bonés e outros objetos capazes de armazenar o maior número de pétalas possível.

5) Shopping das Flores
Imagine uma grande área lotada de prateleiras e bancas onde o público pode escolher à vontade e colocar em carrinhos mais de 3.500 variedades de mais de 300 espécies de flores e plantas ornamentais da melhor qualidade. O Shopping das Flores pode ser acessado tanto na entrada como na saída do evento. É um cenário inesquecível. Numa área de 3.300 metros quadrados estão à disposição para serem levadas para casa a maior parte das flores e plantas cultivadas por cerca de 400 produtores de Holambra.

6) Gastronomia
A Chuva de pétalas, agora, não cai apenas do céu de Holambra durante a Expoflora. Ela também vem em potinhos, com pétalas vermelhas, amarelas e laranjas prontas para serem degustadas. As bolachinhas em forma de pétalas de rosas, feitas à base de farinha, ovos, manteiga, açúcar de confeiteiro, essência de baunilha e raspas de limão está entre as novidades que o Casa Bela Restaurante preparou paraa gastronomia do evento em 2016. A Expoflora acontece de 26 de agosto a 25 de setembro, de sexta a domingo, das 9h às 19h, e nos dias 7 e 8 de setembro, feriado da Independência, em Holambra (SP).
As cores das pétalas são garantidas pelos saborizantes de frutas vermelhas, limão siciliano e laranja. E para quem não se contenta em saborear apenas as pétalas, outra novidade do Casa Bela é uma ganache de frutas vermelhas no formato de um botão de rosa e batizado de Bloem Berry Roos (na tradução do holandês, uma flor de rosa feita com frutas vermelhas).
Num trocadilho proposital com o blueberry, o chef Pablo Schoenmaker Domingues uniu as palavras bloem (flor, em holandês) berry (referência às frutas vermelhas, inglês) e roos (rosa, em holandês). O doce, na forma de um botão aberto, é de saborear com os olhos. Já a Confeitaria Martin Holandesa traz um doce – o Appelbol (bolinho de maçã) – que, mesmo não sendo uma novidade gastronômica, está entre as deliciosas holandesas.

7) Passeio turístico
City tour realizado por Holambra, apresentando os aspectos da história e da arquitetura da ex-colônia holandesa no Brasil. O passeio inclui a visita ao Moinho de Vento em tamanho natural e a um campo de flores.

8) Danças Típicas Holandesas
Diariamente, a partir das 14h30, os grupos de danças típicas apresentam-se nos quatro palcos do recinto. O grupo de dança de Holambra é o único no mundo a reunir coreografias de distintas regiões da Holanda, graças a um intenso trabalho de pesquisa realizado pelo professor Piet Schoemaker. Os integrantes, de acordo com a idade, são divididos em grupos que têm nomes de flores, escolhidos pelas próprias crianças. As danças são inspiradas na natureza (dança da chuva, do pica-pau e a polca no gelo, que lembra a patinação), nas profissões e ofícios (sapateiro, lavadeiras, marinheiro, do ato de bombear água, da preparação da cerveja), nas colheitas (carregador de feijão, cevada madura) ou mesmo em histórias sobre a origem e as tradições do povo holandês, representadas por meio de valsas, marchas, mazurcas e o schots (que virou xote).

9) Entretenimento
Nos três palcos instalados próximos às praças de alimentação (Rosas, Lírios e Tulipas) são realizadas apresentações de grupos de danças holandesas e do ventre e shows da Fanfarra Amigos de Holambra, sempre a partir das 14h. Formada por 70 integrantes, os diferenciais dessa fanfarra são o uso dos tamancos de madeira como instrumento de percussão e os trajes típicos holandeses. A música está presente, ainda, no happy hour, aos sábados, das 17h às 19h, na praça da alimentação do Palco das Rosas, animado pela Banda Me Gusta, que apresenta ritmos variados de composições nacionais e internacionais, além de canções próprias, entre elas o hit “Que voa leve”, sucesso nas redes sociais. Aos sábados e domingos, das 13h às 14h, no palco das Rosas, as designers florais Leo Mendes e Tânia Santos, da Escola Itinerante de Formação de Floristas, fazem demonstrações de como produzir pequenos arranjos para presentear os amigos ou decorar a casa e oferecem dicas de como cuidar de flores e plantas. Com descontração e humor as designers convidam o público a partir da apresentação, sempre muita interativa.

10) Museu Histórico Cultural de Holambra
Localizado no parque da Expoflora, o Museu tem entrada gratuita. Ali é guardada toda a história da imigração e colonização holandesa para o Brasil. Seu acervo conta com cerca de duas mil fotos e utensílios trazidos ou utilizados pelos primeiros imigrantes. Ao lado do Museu os turistas podem conhecer réplicas das casas de pau-a-pique e alvenaria devidamente mobiliadas, habitadas pelos pioneiros, além de uma exposição de maquinários e tratores antigos.

11) Outras atrações
Mini sítio, parque de diversões, atrações artísticas.

12) Compras
Souvenirs holandeses, só encontrados em Holambra, artesanato, moda e decoração. Opções para presentear e levar um pedacinho da Holambra para sua casa. São três shoppings com cerca de 250 estandes para a comercialização de artesanatos a produtos industriais e para decoração, além de móveis e utensílios domésticos, roupas e calçados.

35ª Expoflora
Localização: Holambra/ SP
Data: 26 de agosto a 25 de setembro, de sexta a domingo, e também no feriado dias 7 e 8 de setembro
Horário: das 9 às 19 horas
Ingressos: R$ 42,00 na bilheteria. Também por meio de nossos representantes, veja Aqui a lista e pelo site www.ingressorapido.com.br
Informações para o público: (19) 3802-1421 e expoflora@expoflora.com.br

Ateliê da Notícia
Jornalista responsável: Vera Longuini
Cel: (19) 9 9771-6735 – (19) 9 8100-9688
Atendimento: Caroline Magalhães ou Carla Guimarães Abreu
Redação: (19) 3252-9385
expoflora@ateliedanoticia.com.br
www.ateliedanoticia.com.br